"Ricardo Salgado não praticou qualquer crime"

A defesa de Ricardo Salgado reagiu assim à acusação que da Operação Marquês, que responsabiliza o banqueiro por 21 crimes.

Imagem: Notícias ao Minuto

“Ricardo Salgado não praticou qualquer crime”, afirmou Francisco Proença de Carvalho, advogado do antigo banqueiro, para quem a acusação da “Operação Marquês” é “completamente infundada”.

Na leitura de um comunicado aos jornalistas, sem direito a perguntas, o advogado teceu ainda várias críticas à investigação, incluindo as violações do segredo de justiça e várias outras irregularidades.

“Ricardo Salgado será, mais tarde ou mais cedo, ilibado”, garantiu o advogado, que, enquanto lia o comunicado, se manteve ao lado o ex-presidente do BES – que se manteve em silêncio nos cerca de 14 minutos que demorou a leitura.

Recorde-se que, dos 188 crimes de que os 28 arguidos da Operação Marquês estão acusados, Ricardo Salgado está acusado de 21, nomeadamente, corrupção ativa de titular de cargo político, corrupção ativa, branqueamento de capitais, abuso de confiança, falsificação de documento e fraude fiscal qualificada.

As acusações incidem sobre pagamentos de mais de 25 milhões de euros em “luvas” ao ex-primeiro-ministro José Sócrates.

Depois de ter sido tornado público o processo de 4 mil páginas, o Ministério Público, além das penas de prisão ajustadas a cada um dos crimes, pede ainda uma indemnização civil a favor do Estado de 58 milhões de euros, que terá de ser paga por José Sócrates, Ricardo Salgado, Carlos Santos Silva, Armando Vara, Henrique Granadeiro e Zeinal Bava, entre outros arguidos.

 

Comente esta notícia