App que controla brinquedos sexuais gravou relações por acidente

A denúncia partiu de um cliente que reparou que tinha um ficheiro no telemóvel com os seus orgasmos gravados. A empresa já pediu desculpa.

App que controla brinquedos sexuais gravou relações por acidente
Imagem: iStock

Tal como avança a imprensa britânica, uma empresa de brinquedos sexuais foi alvo de uma queixa junto do Ministério Público britânico, depois de um cliente ter descoberto que a aplicação para o telemóvel – “Lovense Remote”,, que tem por objetivo controlar brinquedos sexuais -, gravava o som dos seus atos íntimos.

O utilizador estava a explorar a Lovense Remote e apercebeu-se que tinha uma pasta de áudio com seis minutos de gravação. Quando decidiu reproduzir o som, ficou chocado e receoso que o ficheiro tenha sido partilhado.

Depis de tornada pública a notícia, outros usuários também foram ao site da empresa queixar-se da mesma coisa, dizendo que tinham estado a ser espiados durante os momentos mais íntimos.

A empresa Lovense, por sua vez, respondeu às queixas, afirmando que os arquivos de áudio não tinham sido enviados ou armazenados nos servidores.

“Nós não armazenamos ficheiros de áudio nos nossos servidores”, explicou um representante da empresa, numa declaração enviada por email. “Para que o recurso de som funcione, temos de criar um arquivo de armazenamento local. É suposto que o ficheiro seja apagado ao fim de cada sessão, mas, devido a uma anomalia na última versão da nossa aplicação para Android, o ficheiro não foi apagado com sucesso”, acrescentou.

A Lovense já emitiu um pedido de desculpa público e sublinhou que está a trabalhar para resolver o problema.

 

Comente esta notícia