Estado Islâmico “tem os dias contados”

Isolado numa cidade, sem pontes e com um rio de cada lado, os cabecilhas do Daesh estão cercados - é a garantia dos Estados Unidos.

Estado Islâmico “tem os dias contados”
EUA garantem que o terror está perto do fim

O departamento de Defesa dos Estados Unidos diz que o Estado Islâmico tem “os dias contados” no leste de Mossul, o seu maior bastião no Iraque.

O anúncio do Pentágono surge poucas horas depois de as forças iraquianas alcançarem pela primeira vez a margem do rui Tigris, no sudeste da cidade.

“Os combatentes do Estado Islâmico estão rodeados por uma força superior”, afirmou Jeff Davis, um porta-voz do Pentágono, que explicou que os extremistas “não têm capacidade para se reforçarem ou abastecerem”. “Acreditamos que os seus dias ali, particularmente no leste de Mossul, estão contados e [eles] estão a começar a dar-se conta”, acrescentou.

O oeste da cidade, onde está o aeroporto, continua totalmente controlado pelos extremistas, mas as cinco pontes que ligam os dois lados estão semidestruídas devido a bombardeamentos aliados, pelo que os combatentes estão parcialmente isolados.

Davis explicou que os extremistas já tentam “cruzar o rio a pé, usando tábuas” e movem veículos um a um, com uma grua. É, contudo, uma estratégia desesperada que está a ter muito pouco sucesso.

 

Comente esta notícia