Fátima Lopes manda recado ao ex-marido

Numa carta sobre o amor , a apresentadora fez questão de sublinhar que "amor e egoísmo não casam bem numa relação".

Fátima Lopes manda recado ao ex-marido
Imagem: Notícias ao Minuto

Numa longa carta que escreveu no seu blogue sobre o amor, Fátima Lopes deixou um recado ao seu ex-marido, o enfermeiro Luís Morais.

“Sou hoje, mais do que nunca, uma mulher plenamente convicta que o amor verdadeiro existe e pode ser duradouro. Não tem de ser para a vida toda. É preciso é que, enquanto existe, seja pleno, faça sentido e nos deixe os olhos a brilhar”, começou por escrever a apresentadora da TVI.

fatima-lopes-manda-recado-ao-ex-marido_FlashVidas

No que, inicialmente, parecia ser um elogio ao pai do seu filho, com quem esteve casada durante 12 anos, a rainha das tardes da estação de Queluz de Baixo, fez questão de deixar uma indireta ao ex-marido, escrevendo: “No que toca ao amor entre duas pessoas é preciso que os dois queiram de verdade viver e construir algo juntos. Sem essa sintonia é impossível. Já diz o povo, ‘um não consegue o que dois não querem’. E, quando um dos elementos do casal progressivamente se desliga, chega a solidão acompanhada(o), que é um sentimento profundamente desgastante”.

“Amor e egoísmo não casam bem numa relação. Amar é estar disponível para o outro, é sentir prazer por o fazer feliz, é não cobrar. Há amores que duram uma vida inteira. Já tive a felicidade de entrevistar dezenas de casais, que com idades avançadas falam do seu amado ou amada, com orgulho, admiração, amor e muitas vezes, paixão. A vida continua a fazer-lhes sentido apenas com a presença do outro. Estes são aqueles que morrem por amor. Que quando um deles parte, muitas vezes não aguentam a dor e seguem-no pouco tempo depois. Nos dias de hoje, são casos raros…”, rematou.

fatima-lopes-manda-recado-ao-ex-marido_Flashes

Fátima Lopes está novamente solteira e parece não querer envolver-se com alguém novamente, pelo menos para já. Aos 48 anos, a apresentadora está completamente dedicada aos filhos e ao trabalho.

 

Comente esta notícia