Fernanda Miranda quebra o silêncio

Desde a separação, a brasileira tem saído pouco de casa, refugiando-se na companhia do filho, João, de 9 anos.

Fernanda Miranda quebra o silêncio
As amigas também têm sido um apoio

Imagem: Lusa Poucas foram as palavras proferidas pela ex-companheira de Pinto da Costa, em consonância com o que tem sido a sua postura desde que entrou na vida do presidente do FC Porto. Ainda assim, questionada pelos jornalistas em plena rua – enquanto passeava os cães, que ficaram ao seu cuidado – não fugiu, manteve a “simpatia” e cordialidade, confirmou a tristeza, chorou e pediu, educadamente, para ir embora.

A separação foi encarada com surpresa no mundo mediático, mas, para os vizinhos do casal, já era algo esperado. “Sei que ela esteve no Brasil, mas já voltou. Isto já estava para acontecer e quando a senhora voltou é que veio a ser escrito nos jornais”, contou à TV Guia uma comerciante que trabalha ao lado do condomínio de luxo onde a brasileira continua a viver, perto da Foz (ainda que o marido tenha retirado parte do recheio da casa).

A referida revista cruzou-se, entretanto, com Fernanda, que comentou, pela primeira vez, o episódio de rutura. “Estou triste, claro. Mas não vou falar. Nunca falei, não vou falar agora, me desculpe”, referiu. De acordo com a mesma publicação, “o inchaço, em torno dos olhos, fazia-se notar, apesar da tentativa para disfarçar as marcas da tristeza”. 

Desde que Pinto da Costa terminou o casamento para estar com Sílvia Costa, de 43 anos, Fernanda tem saído pouco de casa, ficando na companhia do filho, João. “Fez aniversário ontem, nove aninhos”, disse a brasileira, emocionando-se e despedindo-se, de forma simpática, da revista. As amigas também têm sido um grande apoio. “Ela está abalada. Mas fez-lhe bem começar a sair de casa. A Fernanda tem de recomeçar a vida, ela é nova e acredito que vai levantar-se”, afirmou uma delas.

Comente esta notícia