Foi internada com depressão e morreu com gripe A no hospital

O caso aconteceu no Hospital de Guimarães. A família da vítima está indignada e revoltada com a situação.

Foi internada com depressão e morreu com gripe A no hospital
Imagem: CM

Uma mulher que tinha sido internada na unidade de psiquiatria do Hospital de Guimarães devido a uma depressão, acabou por morrer cerca de um mês depois, após ter contraído gripe A naquela unidade hospitalar.

Tal como avança o JN, a família, que está revoltada com a situação, acusa o Hospital não só de ser o responsável pela morte da mulher, mas também da indecência de só ter sido informada da doença já depois da sua morte.

foi-internada-com-depressao-e-morreu-com-gripe-no-hospital_CM

Maria do Carmo Ribeiro, de 50 anos, residente em Pevidém, deu entrada no hospital no início de janeiro e veio a morrer no dia 30, quase dez dias depois de ter demonstrados os primeiros sintomas de gripe.

O Hospital de Guimarães garantiu, entretanto, que cumpriu todas as regras e procedimentos da Direção-Geral de Saúde e explicou que vai ser aberto um inquérito interno ao caso.

 

Comente esta notícia