IMASOLDIER publicou o vídeo da jovem abusada e promete mais

Grupo secreto do Facebook constituído só por homens visa partilhar conteúdos sexualmente explícitos no Facebook.

IMASOLDIER publicou o vídeo da jovem abusada e promete mais
Imagem: Observador

De acordo com a notícia avançada pelo Observador, o IMASOLDIER – “sou um soldado” – é um grupo de Facebook que conta com mais de 44.500 membros e no qual só entram homens com mais de 18 anos. Destina-se a partilhar conteúdos sexualmente explícitos no Facebook.

Terá sido no seio deste grupo que, no domingo, surgiram pela primeira vez as imagens do alegado abuso sexual de uma jovem em público, num autocarro durante a Queima das Fitas do Porto, que decorreu entre 7 e 14 de maio. As imagens apareciam sem qualquer tratamento que protegesse a identidade da vítima.

O grupo português poderá ter sido inspirado nos grupos norte-americanos revelados recentemente, nos quais militares partilham imagens de colegas nuas.

Segundo o mesmo jornal, que teve acesso a vários posts deste grupo, uma das regras que rege a comunidade é: “Por nós HOMENS, para interagirmos longe dos olhares das MULHERES, tirar dúvidas, soltar sorrisos, partilhar momentos bons e menos bons das nossas vidas”.

As publicações no IMASOLDIER, que terá militares e agentes das forças de segurança entre os membros, são invariavelmente fotografias e vídeos de conteúdo sexualmente explícito,  captados sem o conhecimento das intervenientes.

O mesmo jornal avança que vários dos estudantes que aparecem no polémico vídeo também são membros deste grupo de Facebook.

 

Comente esta notícia