Incêndios: autarquia de Arganil faz apelo aos portugueses

Arganil precisa de fruta, legumes e pomadas para queimaduras e faz apelo solidário.

Incêndios: autarquia de Arganil faz apelo aos portugueses
Imagem: JN

A Câmara Municipal de Arganil está a recolher fruta, legumes e pomadas para queimaduras para as vítimas dos incêndios neste concelho do interior do distrito de Coimbra, no qual se perderam três vidas.

“Após levantamento no terreno das necessidades das populações”, o município de Arganil constatou que “há alguns bens necessários não listados” em comunicações anteriores, indicando que está a aceitar, no seu Centro de Recolha de Bens para as vítimas, fruta, legumes e pomadas para queimaduras.

O centro de receção de bens funciona no centro multiusos, na Cerâmica Arganilense, entre as 9 e as 20 horas (ao domingo encerra às 13:00), adianta a autarquia, num apelo divulgado hoje.

Na zona do Porto, há um outro ponto de recolha, mas para outro tipo de bens – alimentos não perecíveis, lençóis, cobertores, mantas e produtos de higiene. Está situado na Rua Manuel Moreira da Costa Júnior, nº 4 1º BA, em Valadares.

Em Lisboa, também funciona um centro criado pela Casa da Comarca de Arganil, “casa mãe do regionalismo arganilense” na capital, que, “solidária com [as vítimas de] toda a tragédia que se abateu” sobre o concelho, se associa à campanha da Câmara de Arganil.

O ponto de recolha em Lisboa funciona na Casa da Comarca de Arganil, na Rua da Fé, entre 23 e 27 de outubro, no mesmo horário.

A autarquia também informa que está a disponibilizar os balneários da piscina municipal da vila “às vítimas dos incêndios que, por falta de água e/ou luz em casa, ou outra situação de necessidade, não possa fazer a sua higiene condignamente”.

 

Comente esta notícia