Infraestruturas de Portugal gasta, em 2 meses, 60 mil euros em café

Contrato publicado esta segunda-feira no portal Base foi feito por ajuste direto com a empresa Massimo Zanetti.

Infraestruturas de Portugal gasta, em 2 meses, 60 mil euros em café
Imagem: PME Magazine

O grupo Infraestruturas de Portugal, empresa pública que resulta da fusão entre a Rede Ferroviária Nacional (Refer) e a EP – Estradas de Portugal, vai gastar cerca de 60 mil euros (59.594,40 euros mais IVA) em café até ao final do ano, avança o Dinheiro Vivo, que consultou o contrato divulgado esta segunda-feira no portal Base.

Tal como indica o procedimento publicado no portal dos contratos públicos o negócio foi celebrado com a empresa Massimo Zanetti Beverage Iberia por ajuste direto e tem um prazo de 61 dias.

Segundo o contrato, a Infraestruturas de Portugal pagará o valor máximo de 54.993,60 euros (mais IVA), a IP Engenharia 1879,20 (mais IVA) e a IP Património 2721,60 euros (mais IVA).

No final do primeiro semestre de 2017, o grupo tinha 3696 colaboradores, menos 63 do que no período homólogo de 2016.

 

Comente esta notícia