Polémica: Zara obrigada a retirar minissaia das lojas

Minissaia com símbolo racista está no centro da polémica. A Zara já retirou a peça de vestuário de todas as lojas.

Polémica: Zara obrigada a retirar minissaia das lojas
Imagem: Delas

Até esta quarta-feira, a Zara tinha à venda uma minissaia de ganga com um sapo estampado, bastante semelhante ao cartoon “Pepe, The Frog” – criado em 2005 por Matt Furie.

Pepe-the-Frog_Delas

O cartoon, associado à extrema-direita norte-americana, está, inclusivamente, classificado pela Liga Anti-Difamação como um símbolo de ódio e de racismo.

A denúncia sobre a minissaia foi feita pela jornalista e fotógrafa norte-americana Meagan Fredette, que, no Twitter, partilhou a imagem da peça de roupa em causa, confessando que – “eles não têm ideia do que estão a fazer!”.

Zara_Delas

Pouco depois, o link que a jornalista tinha partilhado no Twitter – e que encaminhava para a página de venda da minissaia, deixou de funcionar, direcionando todos os internautas que nele clicassem para a página oficial da Zara.

A polémica tomou proporções tão inesperadas que o retalhista espanhol viu-se obrigado a retirar a minissaia das lojas e a apagar qualquer alusão a esta peça das páginas online.

O símbolo “Pepe, The Frog” recuperou recentemente grande destaque durante as eleições presidenciais nos EUA, vencidas por Donald Trump.

Pepe_Delas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comente esta notícia