Praxe: 10 universitários detidos por morte com álcool

Se este caso tivesse acontecido em Portugal, será que haveria penas de prisão?

Praxe: 10 universitários detidos por morte com álcool
Imagem: Olhares.com

Dez alunos da Universidade do Estado do Luisiana, nos Estados Unidos, foram detidos esta quarta-feira por causa da morte de um jovem de 18 anos. O caloiro morreu no mês de setembro, em coma alcoólico, durante uma praxe numa residência universitária.

praxe-10-universitarios-detidos-por-morte-com-alcool_JN

Segundo o New York Times, um dos alunos, Matthew Naquin, enfrenta a acusação de homicídio por negligência e os outros nove terão de responder por acusações de violência durante a praxe, esclareceu fonte da polícia.

Tudo aconteceu na manhã do dia 14 de setembro. Maxwell Gruver, um aluno do primeiro ano de jornalismo desportivo, foi levado por dois colegas ao hospital de Baton Rouge, onde acabou por ser declarado morto. Ao que se sabe, tinha desmaiado num sofá por volta da meia-noite e nunca mais acordou.

praxe-10-universitarios-detidos-por-morte-com-alcool_JN

A autópsia revelou que Maxwell tinha uma quantidade de álcool seis vezes superior à legal para conduzir e, além disso, tinha vestígios de vómito nos pulmões. Os arguidos, da fraternidade Phi Delta Theta, defenderam-se dizendo que o jovem caloiro participou por vontade própria num jogo de perguntas-repostas em que os alunos têm que beber grandes quantidades de álcool de cada vez que erram uma pergunta. Maxwell, dizem, tinha errado quase todas.

“As detenções comprovam que as práticas de praxe podem ser devastadoras”, disse F. King Alexander, presidente da universidade. “A família de Maxwell Gruver vai lamentar esta perda para o resto da vida e vários estudantes vão ter de enfrentar consequências muito sérias. Tudo por causa de decisões erradas”, acrescentou.

 

Comente esta notícia