Prémio Revelação Agustina Bessa-Luís retirado à vencedora

Escritora violou o regulamento do concurso e vai, agora, perder o prémio.

Prémio Revelação Agustina Bessa-Luís retirado à vencedora
Deliberação foi anunciada ontem

Imagem: E-Cultura
O júri do Prémio Revelação Agustina Bessa-Luís deliberou, por unanimidade, “anular a decisão anterior”, e retirar o prémio a Carla Pais “por ter sido violado o regulamento do galardão”.

O prémio, que distingue uma primeira obra, foi indevidamente atribuído à escritora, que já tinha publicado outra obra através de uma editora portuguesa e, portanto, violava o primeiro artigo do regulamento do concurso.

Carla Pais, que concorreu ao prémio sob pseudónimo com a obra “Mea Culpa”, já tinha apresentado o romance “Renascer” há cinco anos na Biblioteca Municipal de Leiria, tendo mais tarde apresentado um segundo livro. Além do escrito com que concorreu ao prémio que agora lhe foi retirado, a escritora tem também em produção um quarto romance, que está a ser escrito numa página online. Paralelamente, tem concorrido a outros concursos com obras de poesia e contos.

Carla Pais, que vive em Paris, declarou-se “surpreendida” quando soube que ganhara o prémio: “Nunca me passou pela cabeça arrecadar o galardão. Ainda assim precisava de tentar; saber se aquilo que escrevera podia ser apreciado por um júri. Foi por isso que concorri ao Prémio Agustina Bessa-Luís”, disse.

“Quis provar a mim mesma que seria capaz de escrever um romance. Foi daí que nasceu ‘Mea Culpa’. Dessa exigência. Dessa vontade de conseguir”, explicou Carla Pais. A obra foi, de facto, apreciada pelo júri, mas a escritora vai agora perder os 10 mil euros que lhe tinham sido atribuídos.

 

Comente esta notícia