Alexandra Lencastre revela que foi vítima de violência doméstica

Atriz falou pela primeira vez sobre momento difícil da sua vida pessoal.

Alexandra Lencastre revela que foi vítima de violência doméstica
Imagem: NTV

O drama da violência doméstica é um flagelo que afeta mulheres e homens. Prova disso são as várias denuncias que são feitas diariamente, sendo que as figuras públicas também não escapam. Veja-se o caso de Bárbara Guimarães, Helena Laureano, Luciana Abreu e agora Alexandra Lencastre.

Alexandra Lencastre revela que foi vítima de violência doméstica

A atriz, de 53 anos de idade, quebrou o silêncio e falou pela primeira vez em relação a este flagelo, que mata centenas de mulheres e homens todos os anos.

Num vídeo partilhado nas redes sociais, a propósito da marcha contra a violência doméstica que decorreu em Setúbal, Alexandra Lencastre disse: “Eu sofri de violência doméstica, na minha família várias pessoas sofreram. Estou convosco. Estou entre vós”.

A denúncia desta situação apanhou os admiradores da estrela da TVI de surpresa, que acabaram por deixar vários comentários de ânimo e força.

Alexandra Lencastre revela que foi vítima de violência doméstica

Alexandra Lencastre não quis revelar mais detalhes sobre esta situação, apesar de demonstrar que sofreu muito com isso. A atriz foi casada com Vírgilo Castelo, no início da década de 90, e com Piet-Hein Bakker, entre 1997 e 2003, com quem teve duas filhas, Margarida e Catarina.

A estrela da televisão de Queluz de Baixo revelou que o principal motivo que ditou fim do casamento com o primeiro marido foi a diferença de idades.

Alexandra Lencastre revela que foi vítima de violência doméstica

“Creio que era uma grande paixão, misturada com uma grande admiração e com uma pequena diferença de idades, quer dizer, uma diferença de idades que permitia que fizéssemos parte de gerações diferentes. Ele não queria ser pai e eu ainda precisava que tomassem um bocadinho conta de mim. Nós estávamos em alturas de vida diferentes. Não estávamos em sintonia”, explicou.

 

Comente esta notícia