Benfica derrotado na Champions: "Lage espalhou-se ao comprido"

As críticas ao treinador foram duras. A opção de "experimentar" jogadores no primeiro jogo da liga milionária, em casa, frente ao líder da Bundesliga, "foi bizarro e incompreensível".

Benfica derrotado na Champions:
Imagem: CM

O Benfica foi derrotado pelo Leipzig, por 2-1, na estreia na edição 2019/20 da Liga dos Campeões de futebol, em jogo da primeira jornada do Grupo G, disputado no Estádio da Luz.

O avançado alemão Timo Werner marcou os dois golos da equipa germânica, aos 69 e 78 minutos, enquanto o suíço Haris Seferovic fez o tento do Benfica, aos 84 – apenas oito minutos depois de entrar em campo. Ainda assim, não evitou a derrota, que deixa os encarnados no último lugar do grupo, sem pontos.

Benfica derrotado na Champions

No final da partida, o treinador Bruno Lage, ausente do banco de suplentes devido a castigo da UEFA, tentou justificar a opção do seu onze inicial, sem Rafa, Seferovic, Samaris e com jogadores jovens que fizerem a sua estreia absoluta na Champions: Raúl de Tomás, Jota, Ferro e Tomás Tavares. Este último teve mesmo a sua estreia absoluta com a camisola benfiquista. Apesar dos seus esforços, não conseguiu evitar as críticas.

José Manuel Freitas, comentador desportivo da CMTV, chegou mesmo a dizer que “Bruno Lage espalhou-se ao comprido”. Já na SIC Notícias, no programa “Play Off”, Joaquim Rita, David Borges e Jorge Baptista consideraram as opções de Lage “um conjunto de bizarrias”, “absolutamente incompreensíveis”, dada a natureza do jogo, o adversário em causa e a campanha que o Benfica precisa de fazer na Europa.

 

Comente esta notícia