Braga: agredida no recreio por usar mochila com rodinhas

Menina de 12 anos, a frequentar o quinto ano da Escola Básica de Vila Verde e com necessidades educativas especiais, foi agredida pelos colegas por usar uma mochila com rodinhas.

Braga: agredida no recreio por usar mochila com rodinhas
Imagem: JN

Uma aluna do quinto ano da Escola Básica (EB) de Vila Verde foi hospitalizada depois de ter sido agredida pelos colegas no recreio. De acordo com a mãe da menina de 12 anos, a filha é constantemente vítima de bullying por parte de outros alunos.

A menina, de constituição física muito frágil, foi empurrada, quando se encontrava sentada, e agredida por outras crianças no recreio. Aliás, por diversas vezes que já se terá queixado de atos de violência e “gozo” por colegas de turma e alunos de outros anos. Desta vez, teve de ser transportada para o Hospital de Braga onde, entre outros tratamentos, foi suturada com três pontos no sobrolho.

A menina tem necessidades educativas especiais (NEE) e a mãe acredita que o bullying se deve a essa situação e ao facto de usar um trolley. “A minha filha tem uma constituição física muito frágil e levou uma mochila com rodinhas para a escola porque não aguentava o peso dos livros”, declarou a mãe.

A discriminação terá começado aí. “Havia colegas que gozavam com ela, tiravam-lhe a mochila e andavam com ela aos pontapés”. O facto de a criança ter 12 anos e frequentar o quinto ano de escolaridade terá sido também motivo “de gozo” por parte de outros alunos.

“Sinto uma enorme tristeza pela minha filha, mas também pelas crianças que fazem estas maldades sem que os pais se apercebam de nada e que, na própria escola, não haja a perceção do que é brincar, agredir e gozar com as outras crianças”, referiu a progenitora.

Sabe-se que foi apresentada uma queixa na GNR de Vila Verde e a direção da escola iniciou um processo de averiguações.

 

 

Comente esta notícia