Bruno apresenta queixa-crime contra Patrício e Podence

O líder leonino anunciou no Facebook que “as rescisões já apresentadas apresentam um crime gravíssimo de difamação e calúnia que não vai ser deixado em claro”... e fez mais promessas.

Bruno apresenta queixa-crime contra Patrício e Podence
Imagem: JN

Num comunicado “em nome pessoal e de mais ninguém”, Bruno de Carvalho lembrou, a propósito das rescisões de Rui Patrício e Daniel Podence, que “as rescisões já apresentadas apresentam um crime gravíssimo de difamação e calúnia que não vai ser deixada em claro”, pelo que os atletas terão de responder pelas “acusações inacreditáveis que fizeram e terão de provar em sede processo cível”.

O presidente do Sporting referiu ainda as “eleições marcadas para a Mesa da Assembleia-Geral e Conselho Fiscal ”, sublinhando que o seu Conselho Diretivo foi o único “até agora a apresentar listas cumprindo todos os preceitos legais e regulamentares”.

Bruno de Carvalho frisou que “os associados podem já na segunda feira apresentar nos serviços do clube o pedido de uma AG destituitiva do Conselho Diretivo que, se cumprir a lei e os preceitos todos regulamentares, será realizada num espaço temporal de cerca de 8 a 10 dias. “Está nas mãos dos sportinguistas”, escreveu.

Bruno-de-Carvalho_PTJornal

“Acabem as ameaças. Entreguem e marcamos ponto final. Transformamos o ponto de discussão da AG de dia 17 nesse pedido de destituição com todas as condições de segurança e de fidedignidade dos resultados”, acrescentou.

Cansado das chantagens de advogados e agentes, Bruno de Carvalho recordou também que, enquanto for presidente, “não vai negociar nenhuma renovação ou vendas até ao dia 15 de junho”.

“Se querem chantagear com rescisões, rescindam já, pois nunca vos será dada razão e eu não cederei a chantagens. Se é para fazer, façam já, e em termos legais cá estaremos para defender a verdade e o Sporting Clube de Portugal”, lê-se no comunicado.

Para rematar, Bruno de Carvalho referiu que o futuro do clube “está nas mãos dos associados, como sempre esteve. Mas chega de novelas e chantagens! Atuem!”

 

Comente esta notícia