Carta para menina morta pelo pai torna-se viral: "Falhámos todos"

Carta aberta para Lara, a menina de 2 anos que terá sido morta pelo próprio pai, no Seixal, está a emocionar os portugueses.

Carta para menina morta pelo pai torna-se viral:
Imagem: Facebook

Uma carta aberta, escrita pela jornalista da TVI Carolina Resende Matos, dirigida a Lara, a menina que foi assassinada pelo própria pai, no Seixal, tornou-se viral nas redes sociais.

A mensagem tenta transmitir o sentimento de todos os portugueses perante esta tragédia familiar: “Falhámos todos”. Reproduzimos, na íntegra, o texto.

Carta para menina morta pelo pai torna-se viral:

“Lara… a ti, que partiste de um mundo que talvez nunca te tenha merecido ter. A ti, que foste assassinada pelas mãos de quem te devia carregar e proteger a vida toda, desculpa.

Falhámos todos.

Diariamente noticiamos histórias trágicas. Agarramo-nos à frieza do dia a dia para não levarmos tudo para casa.

Já pouco me choca. Mas a tua história marca. E marcará ainda mais os que eram teus e por cá ficam sem ti.

Falhámos. E nenhum pedido de desculpa te trará de volta.Que o país nunca se esqueça de tantas Laras que ainda podemos e devemos salvar”.

Carta para menina morta pelo pai torna-se viral:

Recorde-se que, na carta que escreveu após matar a filha Lara, o pai, Pedro Henriques, de 39 anos escreveu: “Não é minha não é de ninguém”.  Na mesma, o homicida, que se suicidou após matar a filha, culpa a ex-mulher e a sogra pelos crimes.

A carta foi encontrada no tablier do carro onde a menina foi encontrada morta, por asfixia. O corpo estava na bagageira do carro.

 

Comente esta notícia