Castelo-Branco: "Vou candidatar-me. Tem de haver alguém que trave esta vergonha"

José Castelo-Branco quer candidatar-se a um cargo político em Portugal. Isto depois de Fisco ter cobrado dívidas na autoestrada. "Uma autêntica vergonha".

Castelo-Branco:
Imagem: Flash

Aos 56 anos,José Castelo Branco tem a intenção de entrar no mundo da política.

Através de um vídeo que partilhou, nas redes sociais, em que aborda a operação de fiscalização de condutores cujo objetivo era o de cobrar dívidas fiscais, levada a cabo, no início da semana, por 20 elementos da Autoridade Tributária e Aduaneira e 10 da Guarda Nacional Republicana, o socialite admitiu a vontade de regressar ao nosso país para se candidatar a um alto cargo político.

“Meus queridos, esta mensagem é expressamente para Portugal. Eu acho que realmente chegou a altura: vou candidatar-me. Preparem-se, porque tem de haver alguém que trave toda esta vergonha que se passa no nosso país, tem de haver uma voz que realmente trave. É vergonhoso! É absolutamente ridículo tudo o que se está a passar”, referiu o socialite.

castelo-branco vai candidatar-se

“Não concorda, Betty?”, perguntou o Conde. A antiga joalheira, de 89 anos, respondeu: “Nunca tinha ouvido uma coisa tão absurda na minha vida”.

Recorde-se que a polémica “Ação Sobre Rodas”, que acabou por ser suspensa pelo secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, levou, entretanto, o diretor de Finanças do Porto, José Oliveira e Castro, a colocar o seu lugar à disposição. “A sua demissão foi prontamente aceite pelo secretário de Estado dos Assuntos Fiscais”, informou, em comunicado, o Ministério das Finanças.

Veja aqui o vídeo que o socialite partilhou >>

 

Comente esta notícia