Coruche: mulher leva a filha e mais 4 menores para prostituição

Aproveitou-se do facto de a filha ser amiga das restantes vítimas para aliciá-las a prostituírem-se com homens mais velhos a troco de dinheiro...entre os 20 e os 150 euros por encontro.

Coruche: mulher leva a filha e mais 4 menores para prostituição
Imagem: CM

O Tribunal de Santarém está a julgar uma mulher de 51 anos por aliciar e lançar para a prostituição cinco raparigas menores, entre elas a sua própria filha.

Tal como avança o CM, a arguida responde por 5 crimes de lenocínio, três deles na forma tentada e dois na forma consumada e agravada.

O processo envolve ainda outros arguidos, entre os quais clientes, o companheiro da arguida, de 63 anos de idade, e familiares de uma das vítimas, que sofre de uma deficiência cognitiva acentuada, e que nada fizeram para travar a exploração sexual a que foi sujeita.

Coruche: mulher leva a filha e mais 4 menores para prostituição

Esta mãe aproveitou-se do facto de a filha ser amiga de todas as restantes vítimas, hoje com idades entre os 15 e os 20 anos, e, com a ajuda do companheiro, aliciou-as para se prostituírem com homens mais velhos a troco de dinheiro, cobrando entre os 20 e os 150 euros por cada encontro.

Sabe-se que todas as adolescentes exploradas são provenientes de famílias pobres, faltavam às aulas e ainda tinham comportamentos desviantes, já sinalizados pela CPCJ de Coruche.

A mãe da vítima mais abusada é também arguida. Está acusada pelo Ministério Público de um crime de abuso sexual de crianças e lenocínio de menores, ambos por cumplicidade moral e omissão. Já o arguido que responde por mais crimes é um viúvo idoso de 76 anos de idade. O caso está a chocar a comunidade de Coruche.

 

 

Comente esta notícia