Costa acusa enfermeiros de crueldade e vai fazer queixa da bastonária

O Governo "chegou ao limite" do que podia aceitar. Depois de ter cedido a algumas reivindicações dos enfermeiros, Costa não admite que se continue a fazer greve às cirurgias. Tem um "efeito cruel sobre os doentes".

Costa acusa enfermeiros de crueldade e vai fazer queixa da bastonária
Imagem: Expresso

Esta terça-feira, numa entrevista à SIC, o primeiro-ministro afirmou que o Governo tomará todas as medidas “legalmente adequadas” para proteger os direitos dos doentes e acusou alguns sindicatos dos enfermeiros de terem uma conduta cruel em relação aos doentes.

Depois de o Governo ter tornado público que tinha suspendido as relações institucionais com a Ordem dos Enfermeiros, Costa referiu que aceitou a principal reivindicação da classe, “que tinha a ver com a criação de uma carreira com três categorias: Enfermeiro, enfermeiro especialista e enfermeiro gestor”.

“Vamos aliás avançar com o diploma nesse sentido para concluir essas medidas. Quanto ao resto, estamos a avaliar qual é a situação e tomaremos todas as medidas legalmente adequadas para proteger os doentes e assegurar o bom funcionamento do Serviço Nacional de Saúde (SNS)”, prosseguiu.

Costa acusa enfermeiros de crueldade e vai fazer queixa da bastonária

O primeiro-ministro fez depois questão de separar águas entre os profissionais de enfermagem, afirmando que o seu executivo não confunde “a vida dos enfermeiros e da sua indispensabilidade ao SNS com a posição de alguns dirigentes sindicais, ou da Ordem” dos Enfermeiros.

“Nem confundimos aqueles sindicatos que têm atuado de forma pacífica e legal exercendo o direito constitucional à greve com outros sindicatos que não têm respeitado a lei e que têm tido uma atitude de crueldade em relação aos doentes”, declarou.

No seguimento desta declaração, afirmou que pretende apresentar queixa na Justiça contra a bastonária da Ordem dos Enfermeiros, Ana Rita Cavaco, por considerar que esta violou a lei das ordens profissionais no que respeita à proibição de promoção da atividade sindical.

Costa acusa enfermeiros de crueldade e vai fazer queixa da bastonária

“No meu modesto entendimento, a bastonária tem violado esta disposição”, explicou, acrescentando que o Governo pretende “comunicar às autoridades judiciárias os factos apurados, que são uma manifesta violação das leis das ordens profissionais”.

O governante disse que a greve às cirurgias programadas tem um “efeito cruel sobre os doentes” e admitiu a hipótese de recorrer à requisição civil. “Nós não queremos uma escalada de tensão”, frisou, admitindo porém que serão utilizados os “meios legais que forem possíveis e necessários”.

“Queremos agir com a firmeza necessária, mas com a justiça devida”, disse, insistindo que o Governo “chegou ao limite” do que podia aceitar.

 

Comente esta notícia