Costa tem 11 motoristas a ganhar mais de 2000 euros

Joana Amaral Dias denunciou a situação e acrescentou que, no total, o gabinete do primeiro-ministro conta com 62 membros.

Costa tem 11 motoristas a ganhar mais de 2000 euros
Imagem: Renascença

A ex-deputada do BE, Joana Amaral Dias, publicou na sua página oficial do Facebook, uma fotografia que denuncia, segundo a própria, os 11 motoristas do primeiro-ministro António Costa.

De acordo com Joana Amaral Dias, o primeiro-ministro tem 11 motoristas e cada um receberá salários brutos na ordem de 2.121,32 euros.

Na descrição da fotografia, Amaral Dias afirma que o verificado “é incompreensível num país progressista” e que “num país pobre ainda é mais inaceitável”.

Costa tem 11 motoristas a ganhar mais de 2000 euros brutos

Na fotografia colocada na sua página, estão discriminados os nomes dos motoristas e os seus salários, sendo que todos recebem exatamente a mesma quantia.

A líder do novo movimento político “Agir” denuncia ainda o facto do gabinete do primeiro-ministro ter 62 membros, mas que a culpa não é de Costa, “porque não foi este primeiro-ministro que inventou esta moda das mordomias, caprichos de Castafiore e borboletices” porque estas já vêm de trás. “Mas também não acabou com elas, infelizmente”, continua Amaral Dias no discurso.

Joana Amaral Dias compara a situação portuguesa à sueca, dando o exemplo destes últimos porque a “realidade é a contenção”. Segundo a ex-deputada, o serviço público dos políticos suecos é realizado num “gabinete de sete metros quadrados” e garante que existem “limites muito rígidos para o uso do dinheiro dos contribuintes”. “Não há cá benefícios extra”, sublinha.

Costa tem 11 motoristas a ganhar mais de 2000 euros brutos

No fim do seu discurso, afirma que “no início do mandato, o que os 349 deputados suecos recebem é um cartão anual para usar nos transportes públicos. E também um robusto código de ética”. No entanto, o ataque a António Costa continua até à última linha onde garante que “o único político que tem direito a carro em carácter permanente é o primeiro-ministro. É um carro e não uma turma de motoristas”.

 

Comente esta notícia