Crianças para adoção desfilam em passerelle para eventuais interessados

Esta foi a terceira edição do evento, que se realizou num centro comercial. Desta vez, recebeu uma chuva de críticas por tratar seres humanos como animais de estimação ou gado.

Crianças para adoção desfilam em passerelle para eventuais interessados
Imagem: DN

A Ordem dos Advogados do Brasil organizou um desfile de crianças para eventuais interessados em adotá-las. O evento, que já vai na sua terceira edição, decorreu esta terça-feira, no Pantanal Shopping, centro comercial situado em Cuiabá, a capital do estado do Mato Grosso.

Crianças e adolescentes, dos 4 aos 17 anos desfilaram, devidamente produzidos, numa passerelle para o público que compareceu.

O desfile, organizado pela Comissão de Infância e Juventude da Ordem dos Advogados do Brasil e pela Associação Mato-grossense de Pesquisa e Apoio à Adoção tem sido duramente duramente criticado na imprensa e nas redes sociais.

criancas para adocao desfilam em passerelle para eventuais interessados

O candidato às últimas eleições presidenciais Guilherme Boulos classificou a iniciativa de “perversidade inacreditável” com “efeitos devastadores”.

Outras pessoas falam em “mercantilizar as crianças”, em “tratar seres humanos como gatos, cães ou gado, em crueldade absurda”.

Já a presidente da Comissão de Infância e Juventude que organiza o evento, discorda. Para ela, “é uma noite para os pretendentes – as pessoas que estão aptas a adotar – poderem conhecer as crianças, a população em geral ter mais informações sobre adoção e as crianças terem um dia diferente, em que irão se produzir, o cabelo, a roupa e a maquilhagem, para o desfile”.

 

Comente esta notícia