Eduardo Beauté despejado por não pagar renda

O famoso cabeleireiro parece não ter como fazer face às dívidas. Agora, foi obrigado a sair do seu salão na Avenida da Liberdade, em Lisboa. Isto por ter a renda em atraso há vários meses.

Eduardo Beauté despejado por não pagar renda
Imagem: TV Mais

Depois de mais de 10 anos com um salão aberto em plena Avenida da Liberdade, em Lisboa, Eduardo Beauté foi obrigado a abandonar o espaço.

Tal como avança o CM, a ordem de despejo aconteceu em meados de outubro, depois de o conhecido cabeleireiro estar há vários meses com rendas em atraso.

“A renda era muito elevada e não era comportável para o volume de negócios que ele tem neste momento. Já não conseguia fazer face às despesas”, revelou fonte próxima do cabeleireiro.

Beauté, entretanto, veio desmentir a notícia, negando que tenha sido despejado por ter rendas em atraso. Revelou que apenas saiu daquele espaço porque o senhorio queria aumentar a renda: “Não devia nada, mas o senhorio queria aumentar a renda para valores incomportáveis e decidi sair”, declarou.

Eduardo Beauté despejado por não pagar renda

Recorde-se que a marca do cabeleireiro foi a leilão há uns meses por dívida a um credor. Porém, a licitação mais alta foi de 2.525€. Os advogados de Beauté recuperaram a marca, mas as dívidas continuam por pagar.

Eduardo Beauté estará agora a trabalhar no Instituto Suite, no Centro de Lisboa. “Casa nova, novas energias… Eduardo Beauté at Suite 107”, escreveu Beauté nas redes sociais.

 

 

Comente esta notícia