Elefante doente torturada: é obrigada a "abençoar" turistas todas as noites

Associação de proteção animal denunciou o caso e revelou que a magreza e fraqueza dos animais são escondidas por tecidos luxuosos e coloridos.

Elefante doente torturada: é obrigada a
Imagem: Notícias ao Minuto

A associação de proteção animal “Save Elephant Foundation” recorreu às redes sociais para denunciar a história de Tikiiri, uma elefante de 70 anos, que é obrigada pelos tratadores a “abençoar”, noite após noite, os turistas que participam nos desfiles do conhecido festival budista Esala Perahera, no Sri Lanka.

“Tikiri participa no desfile todas as noites até tarde, durante dez noites consecutivas, entre o barulho, o fogo-de-artifício e o fumo. Ela caminha muitos quilómetros todas as noites para que as pessoas se sintam abençoadas durante a cerimónia. Ninguém vê o seu corpo com pele e osso e enfraquecido, por causa do fato. Ninguém vê as lágrimas nos olhos, feridos pelas luzes brilhantes que decoram a sua máscara, ninguém vê a sua dificuldade em caminhar, já que as suas pernas estão algemadas enquanto ela caminha”, lê-se no Facebook da associação.

elefante doente torturada

“Como pode ser isto uma bênção ou algo sagrado, quando fazemos outras vidas sofrer?”, questiona ainda a organização.

Duas das imagens mostram o corpo do animal, visivelmente subnutrido, e uma terceira mostra a forma como os elefantes desfilam: completamente tapados por trajes tradicionais, impedindo que os visitante vejam em que condições estão.

A Tikiiri, refere a mesma publicação, é um dos 60 elefantes que são forçados a trabalhar no festival, todos os anos, durante dez dias. A fundação pede aos defensores de animais locais para apelarem às autoridades para que o elefante seja resgatado.

A denuncia da foi feita esta terça-feira, no dia em que se assinalou o Dia Mundial do Elefante.

 

Comente esta notícia