Escritor diz-se incapaz de amar uma mulher de 50 anos: "Prefiro corpos mais jovens"

As declarações estão a inflamar as redes sociais e a gerar uma onda de polémica. Mulheres e homens  já se insurgiram contra o autor.

Escritor diz-se incapaz de amar uma mulher de 50 anos:
Imagem: DN

Numa entrevista à revista Marie Claire, o escritor e realizador francês, Yann Moix, vencedor de vários prémios, diz que não é capaz de amar mulheres com 50 anos, porque, para ele, já são velhas.

“Elas são invisíveis. Eu prefiro os corpos de mulheres mais jovens. É tudo. Um corpo de uma mulher de 25 anos é extraordinário. O corpo de uma mulher de 50 anos não é de todo extraordinário”, revelou.

Curiosamente, Yann Moix tem 50 anos, mas não se vê a amar uma mulher da sua idade. “Quando tiver 60 serei capaz”, afirmou o escritor galardoado.

Mas as declarações polémicas não se ficaram por aqui. Ao longo da entrevista disse, também, que prefere mulheres asiáticas, principalmente coreanas, chinesas e japoneses. “É provavelmente triste e redutor para as mulheres com quem saio, mas o tipo asiático é suficiente rico, grande e infinito para eu não ter vergonha”, afirmou.

As declarações geraram uma onda de revolta nas redes sociais, com mulheres – e homens também – a condenar o escritor e realizador francês. Uma jornalista francesa não teve pudores em mostrar o rabo que diz ser de uma mulher com 52 anos como reação às declarações de Yann Moix.

Deputadas e a antiga primeira dama, Valérie Trierweiler – que foi companheira de François Hollande, presidente francês entre 2012 e 2017 – também reagiram nas redes sociais, sublinhando a vulgaridade das declarações do autor.

 

Comente esta notícia