Fátima Lopes muito triste por ter sido preterida por Maria

Tudo levava a crer que a apresentadora ganharia protagonismo com a saída de Cristina Ferreira da TVI, mas isso não aconteceu. Fátima tem vindo a deixar recados aqui e ali sobre a sua insatisfação.

Fátima Lopes muito triste por ter sido preterida por Maria
Imagem: VIP

Ao contrário do que se estava à espera com a saída de Cristina Ferreira da TVI para a SIC, Fátima Lopes, um “peso pesado” da TVI, ficou afastada de qualquer novo projeto da estação de Queluz de Baixo.

Tal como avança a revista Flash, uma fonte da TVI referiu que a comunicadora não ficou muito satisfeita ao ser preterida a favor de Maria Cerqueira Gomes para os programas de maior responsabilidade.

“Penso que ela não estava à espera que escolhessem a Maria, especialmente quando pensou que com a saída da Cristina para a SIC ela ganhasse, finalmente, mais protagonismo”, contou.

fatima lopes muito triste por ter sido preterida por maria

Com as últimas mudanças na grelha da TVI, Goucha vai ficar à frente do sucesso televisivo “Masterchef” e Maria Cerqueira Gomes foi a escolhida para apresentar “A Tua Cara não me é Estranha”. Um verdadeiro desafio profissional e uma prova de confiança para a jovem que chegou à estação de Queluz de Baixo há apenas quatro meses.

Quando celebrou 50 anos de idade, Fátima Lopes já tinha deixado uma mensagem subliminar: “Começa agora um novo capítulo da minha vida, em que sou capaz de agradecer todos os dias as bênçãos da vida e o facto de me sentir cada vez melhor. E vocês têm sido muito importantes para eu chegar aqui. Obrigada a todos os que fazem parte da minha vida. Obrigada a todos os que me acompanham”.

fatima lopes muito triste por ter sido preterida por maria

Agora, em declarações à Nova Gente, durante a apresentação do seu novo livro “O Meu Caminho, A Minha Fé”, Fátima Lopes volta ao assunto e deixa claro o que pensa do seu papel em televisão, com declarações que muitos considera, polémicas, principalmente numa fase em que a TVI luta para sair de uma grave crise de audiências.

“Nos canais privados, quando fazemos o planeamento, temos de ter em consideração as audiências. Ou seja, não vou pôr no alinhamento um tema que sei que o telespectador não quer ver. Eu sei que tenho de dar ao público aquilo que ele quer ver. Porém, quando se acedem as luzes e eu me sento à frente de uma pessoa, estou-me nas tintas e a borrifar para as audiências. (…) Porque tenho uma pessoa à minha frente e ela não é um número”, afirmou Fátima Lopes.

 

Comente esta notícia