Joana Madeira sai em defesa da "paneleiragem"

A mulher do humorista Eduardo Madeira volta a gerar um onda de polémica com uma publicação nas redes sociais sobre a relação de Tiago e Luan, o casal homossexual da "Casa dos Segredos".

Joana Madeira sai em defesa da
Imagem: VIP

Joana Madeira, colaboradora do programa “Você na TV”, da TVI, publicou um texto controverso nas redes sociais, a propósito de Tiago e Luan, os casal homossexual da “Casa dos Segredos”.

“Isto é o amor na sua forma mais pura. Sem olhar a género, sexo, raça ou religião ou censuras. É amor e ponto final. Amor, que é coisa que, por outro lado, nunca deve ter acontecido a quem ouço dizer, e passo a citar: ‘aquilo agora é só paneleiragem’. Paneleiragem meus senhores, é também amor”, escreveu.

“Vou ter que escrever com alguma dureza ou até brejeirice, pois quem chama a um casal do mesmo sexo de paneleiros só assim me pode entender”, começou por explicar.

A esposa do humorista Eduardo Madeira defendeu ainda que a televisão “precisa de mais casais assim” e, naquela que parecia ser uma tentativa de defesa da diversidade, ainda tentou explicar aos seus seguidores que os homossexuais não o escolheram ser, mas, quanto mais escrevia, mais ‘metia os pés pelas mãos’.

joana-madeira-sai-em-defesa-da-paneleiragem_Flash

“Não acordaram um dia e decidiram, agora vou ser paneleiro. Eles são assim desde sempre. Eles sabem-no desde que nascem. São inteligentes ao ponto de um dia, mesmo sabendo que pessoas como tu lhe vão apontar o dedo, se assumirem. De se tratarem bem, de se mimarem”, prosseguiu.

É então que aponta o dedo às pessoas preconceituosas, escrevendo: “E tu? Tu, meu caro heterossexual, tratas bem a tua mulher? Dás-lhe mimo? Dizes que gostas dela? Talvez não. Se o amor já te tivesse atingido saberias que não há nada acima do amor. Nada mais forte. O amor é muito mais que umas quecas. É amizade, é carinho e companheirismo. É claro que não podes saber isto. És um labrego que acha que duas pessoas do mesmo sexo não se podem amar”, frisou.

“O retrógrado que diz que ‘o homem foi feito para mulher’. ‘Aquilo agora é só paneleiragem’, foi esta a frase que eu ouvi e que me irritou. Pois eu acrescento, ainda bem que é. Enquanto eles distribuem amor, pessoas como tu morrem tristes, raivosos e a espumar da boca. Como bons cepos que são. E eu gosto tanto dos meus, “os meus paneleiros”, rematou.

joana-madeira-sai-em-defesa-da-paneleiragem_Flash

 

Comente esta notícia