Jogos Europeus: Portugal conquistou 15 medalhas e Governo já criticou RTP

António Costa e Tiago Brandão Rodrigues já felicitaram os atletas lusos, mas o ministro que tutela o Desporto não deixou de criticar a RTP por não ter acompanhados os Jogos.

Jogos Europeus: Portugal conquistou 15 medalhas e Governo já criticou RTP
Imagem: Comité Olímpico Portugal

Está encerrada a 2ª edição dos Jogos Europeus, uma espécie de antecâmara dos Jogos Olímpicos que se disputarão no próximo ano em Tóquio, Japão.

Os atletas lusos tiveram uma excelente prestação. Ao todo, foram 15 as medalhas conquistadas – mais cinco do que na primeira participação, há quatro anos, em Baku, Azerbaijão.

Carlos Nascimento (100 metros), Fu Yu (singulares femininos de ténis de mesa) e a seleção nacional de futebol de praia subiram mesmo ao mais alto lugar do pódio, havendo ainda mais seis pratas e outros tantos bronzes.

jogos europeus

Ainda antes da prova que encerrou a participação portuguesa na competição (o ciclista Rui Oliveira terminou em quarto lugar na prova de omnium em pista, a 11 pontos do bronze), o primeiro-ministro português, António Costa, recorreu à sua conta na rede social Twitter para elogiar a prestação dos atletas nacionais na Bielorrússia.

“Agora que estão a terminar os Jogos Europeus de Minsk, felicito todos os participantes, atletas e equipas técnicas, que representaram Portugal. Parabéns aos medalhados e também a todos os que lutaram por medalhas, mesmo não tendo ganho. São um orgulho para Portugal”, escreveu.

Horas antes, outro membro do Governo havia já endereçado rasgados elogios à comitiva lusa, ao mesmo tempo que deixava um alerta para a televisão do Estado. Segundo Tiago Brandão Rodrigues, ministro com a tutela do desporto, a RTP deveria ter assegurado os direitos de transmissão do evento ou, no limite, enviado equipas de reportagem a Minsk – uma opinião partilhada também por José Manuel Constantino, presidente do Comité Olímpico de Portugal, e João Paulo Rebelo, secretário de estado do desporto.

“Para a tutela do desporto, era muito importante que estes Jogos pudessem ser acompanhados, porque existiu grande expetativa por parte dos portugueses, um grande acompanhamento, e era muito importante termos aqui todas as possibilidades de difusão e divulgação deste evento”, realçou, completando: “É nosso entendimento que estes Jogos têm qualidade suficiente para serem acompanhados pelo serviço público de televisão. Era importante que a RTP estivesse aqui e, a meu ver, seria até importante que tivessem optado pelos direitos. A RTP tem responsabilidade pública, como nós temos, e temos de acarinhar e de entender a mais-valia da diversidade de modalidades desportivas e desportos que fazem parte do programa olímpico, ou não, e deste certame. É preciso entender onde apostar. A diversidade chama cada vez mais gente a praticar desporto e chama a atenção para que a cultura desportiva esteja cada vez mais alicerçada no nosso país”, insistiu.

 

Comente esta notícia