José Sócrates humilha António Costa

O jornal Sol divulgou escutas sobre o caso em Marquês nas quais Sócrates não é nada meigo nos comentários sobre o atual primeiro-ministro.

José Sócrates humilha António Costa
Imagem: Lusa

Foram publicadas novas escutas do caso Marquês que podem, no mínimo, fragilizar a relação entre José Sócrates e o primeiro-ministro. De acordo com o texto publicado pelo jornal Sol, em 2014, Sócrates disse a José Almeida Ribeiro, que foi seu secretário de Estado adjunto, que António Costa não tinha “tomates” para concorrer a primeiro-ministro.

No seu entender, Marinho Pinto, ex-bastonário da Ordem dos Advogados, é que devia ser o líder do PS”, já que sempre fora muito seu “amigo, muito contra a corrente“, e questionou: “se, por absurdo, Seguro ganhar, vai governar com quem?”

Aparentemente, naquele verão, Sócrates não tencionava candidatar-se à Presidência da República mas, sim, voltar à liderança do partido. A propósito disto, terá dito ao deputado Renato Sampaio: “Os da direita estão cheios de medo [de mim] e o m*rdas do Costa está cheio de ciúmes”.

Os insultos a Costa não se ficaram pela sua “falta de coragem”. A propósito do lançamento do livro de Sócrates, no qual estiverem diversas figuras importantes da política nacional e internacional, o ex-primeiro-ministro diz “ele é um m*rdas. Tinha lugar mesmo à minha frente, ainda o foram buscar à fila, mas ele não quis entrar. É porque já não ia com vontade…”.

 

 

Comente esta notícia