Judite: “Conjugar o verbo amar é já muito difícil”

"Nos tempos que correm...procura-se o instante. Vive-se o presente, mas não se quer pensar no futuro”, escreveu ainda a jornalista.

Judite: “Conjugar o verbo amar é já muito difícil”
Imagem: Flash

Judite de Sousa recorreu ao seu blogue para partilhar alguns desabafos sobre a vertigem da vida contemporânea e como esta afeta as relações emocionais entre as pessoas.

A este propósito, num pequeno texto, que intitulou de “Amo-te”, comentou que é cada vez mais “difícil” conjugar o verbo “amar” neste mundo.

Explicou que em conversa com algumas amigas, falava-se “da dificuldade que homens e mulheres experimentam em assumir palavras de amor numa relação a dois. É como se algumas palavras fossem proibitivas. E não entendemos porquê”.

Judite: “Conjugar o verbo amar é já muito difícil”

“Melhor, a conclusão a que chegámos é que nos tempos que correm, as pessoas evitam compromissos. Procura-se o instante. Vive-se o presente mas não se quer pensar no futuro. Talvez por isso, seja utilizado na linguagem dos afectos o adoro-te, mas conjugar o verbo amar é já muito difícil de ouvir e de arriscar”, rematou.

Judite encontrou no seu blogue um espaço para desabafar, mas sobretudo para partilhar com os portugueses as suas preocupações, ansiedades, dúvidas e tentar perceber melhor o mundo que nos rodeia.

 

Comente esta notícia