Mãe de Angélico sem dinheiro para pagar indemnização a sobrevivente do acidente

Pais de Angélico foram condenados pelo Supremo Tribunal a pagarem parte de uma indemnização de 552 mil euros à única sobrevivente do acidente que lhes matou o filho. A mãe do cantor diz não ter esse valor.

Mãe de Angélico sem dinheiro para pagar indemnização a sobrevivente do acidente
Imagem: Flash

Mais de 7 anos depois do acidente, que resultou na morte de Angélico Vieira, os pais do cantor foram condenados, pelo Supremo Tribunal de Justiça, a pagarem 552 mil euros de indemnização a Armanda Leite, a única jovem que sobreviveu ao acidente de viação.

Recorde-se que a sentença contraria a do Tribunal da Relação do Porto, que tinha ilibado Filomena Vieira e Milton Angélico.

Mãe de Angélico sem dinheiro para pagar indemnização a sobrevivente do acidente

A jovem Armanda Leite que, hoje, tem 24 anos de idade, salvou-se mas ficou com várias incapacidades, tanto físicas quando mentais. Com 98% de incapacidade permanente, Armanda não anda, tem dificuldades em falar e precisa de ajuda para tudo, até para comer.

Os pais do cantor, herdeiros dos bens, terão que pagar parte de uma indemnização solidária de mais de meio milhão de euros. Os outros condenados são a Impocar – stand que emprestou o carro a Angélico – e o Fundo de Garantia Automóvel.

Mãe de Angélico sem dinheiro para pagar indemnização a sobrevivente do acidente

Como o BMW acidentado não tinha seguro válido, resta aos herdeiros do músico pagar as indemnizações devidas até ao limite do valor dos bens que herdaram. Filomena e Milton receberam por morte do filho uma moradia na Margem Sul do Tejo, vários automóveis, royalties e direitos de autor das músicas.

Ainda assim, alegam que não têm condições financeiras para pagar a indemnização à jovem que ficou inválida.

 

Comente esta notícia