Marco Paulo revela que guarda muita mágoa do pai

O pai de Marco Paulo nunca apoiou a carreira do cantor. "O meu pai nunca viu um concerto meu, faleceu sem ver um concerto meu. Ele não queria dar o braço a torcer. A minha mãe ia, gostava e chorava muito".

Marco Paulo revela que guarda muita mágoa do pai
Imagem: Flash

Marco Paulo é, sem dúvida alguma, um nome incontornável da música portuguesa. Aos 73 anos o “cantor de voz, de interpretação e romântico”, como se caracteriza, tem 50 de carreira e ainda não pensa abandonar os palcos.

Numa entrevista a Nuno Galopin, ao programa “Vejam bem”, emitido pela RTP, o cantor recordou toda a carreira.

Desde o primeiro pagamento que recebeu por cantar, ainda em criança (leite, rebuçados e bolos), ao primeiro ordenado por ter atuado em cima de um palco. “O primeiro cachê foram 50 escudos e um garrafão de vinho, para eu levar para casa. Também me pagaram com arroz de cabidela, mas como eu achei que era demais para mim pedi para chamar os meus amigos e o meu irmão mais novo”, revelou.

Disse também que Marco Paulo é apenas o seu nome artístico. “O meu nome é João Simão. No início da minha carreira perguntaram-me que nome eu queria para ser artista? Eu nem sabia que tinha de mudar de nome quando o nome próprio não era apetecível para as capas dos discos. Eu disse que gostava muito de Marco e fiquei Marco Paulo. Há 52 anos respondo mais por Marco Paulo do que por João Simão. Não sei lidar como João”.

marco paulo revela que guarda muita magoa do pai

Porém, há situações da sua vida que ainda não conseguiu ultrapassar, nomeadamente o facto do seu pai nunca ter apoiado a carreira do cantor. E sempre o alertou para os perigos da profissão, desde o trabalhar-se muito, a ganhar-se bem e a gastar tudo.

Mas, ainda assim, Marco Paulo seguiu com a sua convicção e fez carreira na música. “O meu pai nunca viu um concerto meu, faleceu sem ver um concerto meu. Ele não queria dar o braço a torcer. A minha mãe ia, gostava e chorava muito”, partilhou.

O cantor admitiu que não esquece essa “mágoa”. “Só gostava que ele pudesse estar cá e me desse os parabéns. Que me dissesse que se tinha enganado e que eu consegui fazer carreira, sustentar a casa e que os portugueses me ajudaram porque gostam de me ouvir cantar”, disse emocionado.

Aos 73 anos, Marco Paulo revela que ainda não pensou deixar os palcos, mas que sabe que isso deverá estar para breve. “Vou ter muitas saudades do palco.  O palco tem qualquer coisa… é vida. Vou ter muitas saudades de cantar e dos aplausos do público, vou ter de certeza muitas saudades dos aplausos. O público tem um som especial. Não é para já… mas vou ter de pensar porque a vida não dura sempre”, rematou.

 

Comente esta notícia