Maria Vieira diz que há pedófilos na TV e promete "bomba"

"Há pedófilos e predadores sexuais a trabalhar na RTP", escreveu a atriz no Facebook, acrescentando que aguarda apenas por um contacto das autoridades para abrir o jogo.

Maria Vieira diz que há pedófilos na TV e promete
Imagem: Notícias ao Minuto

A “parrachita” voltou às redes sociais para partilhar declarações polémicas. Desta vez a atriz diz que “há pedófilos e predadores sexuais a trabalhar na RTP” e que aguarda apenas o contacto das autoridades judiciais para largar uma “bomba”.

Após ter partilhado uma notícia que dava conta de um explicador de Viana de Castelo que escapou à prisão mesmo depois de ter abusado sexualmente de crianças, Maria Vieira não se fez de rogada e escreveu que já não confia na justiça portuguesa.

“Na realidade esta absurda e inenarrável decisão por parte da justiça portuguesa não me surpreende nada porque eu conheço gente, pedófilos e predadores sexuais que, por exemplo, ainda continuam trabalhando na TV (fazendo e apresentando aqueles programas que ninguém vê e que os contribuintes pagam) que foram milagrosamente ilibados dos crimes sexuais que praticaram efectivamente ao longo de muitos anos e que ainda hoje continuam praticando impunemente, o mesmo tipo de crimes que eu e outros actores e muitas outras pessoas sabemos que foram cometidos, mas cujas vozes, por medo ou por outra coisa qualquer, continuam caladas em silêncio cobarde que me deixa muito triste e revoltada”, começou por escrever.

maria-vieira-diz-que-ha-pedofilos-na-tv-e-promete-bomba_Facebook

“Mas se a Polícia Judiciária me convocar para dizer tudo aquilo que eu e (outras) pessoas sabemos, acredito que uma bomba de dimensões significativas acabará por descer a esta terra branda onde os pedófilos e os criminosos sexuais quase sempre se safam com estas penas e envergonham o país onde vivo e o povo que nele nasceu. Entretanto, ficarei à espera que a Polícia Judiciária me convoque para que eu e outras pessoas possamos divulgar aquilo que ouvimos e sabemos sobre esta matéria tão frágil e ao mesmo tempo tão criminosa”, prosseguiu.

A atriz fez posteriormente uma correção ao seu comentário, substituindo “RTP” por “TV”, mas deixando a referência a “programas pagos pelos contribuintes”, o que continua a remeter para a estação pública.

 

Comente esta notícia