Mário Soares deixou herança de 17 milhões de euros

Um colégio, casas, terrenos, uma Fundação e depósitos bancários. Esta é a herança deixada pelo antigo Presidente da República aos filhos, João e Isabel Soares.

Mário Soares deixou herança de 17 milhões de euros
Imagem: Público

Mário Soares, duas vezes primeiro -ministro, duas vezes Presidente da República, fundador do PS e figura marcante da democracia portuguesa, faleceu há dois anos, a 7 de janeiro de 2017.

De acordo com a revista “Sábado”, o antigo chefe de Estado não deixou testamento, mas deixou uma herança valiosa aos seus dois herdeiros diretos – os filhos João e Isabel Soares.

Mário Soares deixou herança de 17 milhões de euros

Em junho de 2018, e segundo a mesma fonte, na última declaração de interesses que entregou no Tribunal Constitucional (TC), o filho João Soares, deputado, escreveu: “Logo que a divisão do património herdado esteja feita se fará a descrição detalhada do que passa a ser meu. Todos os bens estão no País. Não há bens no estrangeiro.”

Além disso, declarou ainda 500 mil euros num depósito na Caixa Geral de Depósitos, “resultante da divisão das contas de Maria de Jesus e Mário Soares”, o que permite supor que o total das mesmas, a dividir por dois – ele e a irmã mais nova, Isabel – ascenderia a mais de 1 milhão de euros.

Mário Soares deixou herança de 17 milhões de euros

A informação bate certo com o declarado pelo próprio Mário Soares na última declaração de interesses que entregou no TC, há 14 anos. Assim, o que falta dividir é o património imobiliário (casas, terrenos) e o Colégio Moderno – património que, no total, ronda os 17 milhões de euros.

 

Comente esta notícia