Melania Trump considera-se "a maior vítima de bullying do mundo"

A primeira-dama dos Estados Unidos fez, finalmente, ouvir a sua voz e, numa entrevista a uma cadeia de televisão norte-americana, disse tudo o que lhe estava atravessado.

Melania Trump considera-se
Imagem: Notícias ao Minuto

A primeira-dama dos Estados Unidos, Melania Trump, acredita ser a pessoa que mais sofre com o bullying no mundo, com base no que “as pessoas estão a falar” sobre si.

A esposa de Donald Trump falava numa entrevista à cadeia norte-americana ABC em que promovia a sua iniciativa “Be Best”, que aborda o bullying online.

“Eu poderia dizer que sou a pessoa que mais sofre de bullying no mundo”, atirou, acrescentando que há pessoas na Casa Branca em quem a própria e o presidente não podem confiar. A primeira-dama norte-americana não citou nomes, mas acrescentou que alguns “já não trabalham” lá devido aos ataques que a própria e a sua família têm sido alvo.

Melania Trump considera-se

Recorde-se que a Administração Trump lidou com a saída de numerosos trabalhadores e um alto funcionário chegou mesmo a criticar de forma anónima o presidente, num editorial de um jornal.

Melania Trump foi entrevistada pela ABC durante a sua recente viagem à África e a sua entrevista foi esta quinta-feira transmitida no programa “Good Morning America”. A primeira-dama considera que tudo o que faz com as melhores das intenções vai parar à internet sob a forma de piada e apenas com o propósito de gozarem com ela. Considera este tipo de comportamento “inadmissível”.

 

 

Comente esta notícia