Michael Jackson foi "castrado quimicamente" pelo pai

Joe Jackson "castrou o filho" para que este mantivesse a sua voz fina e num tom agudo. A notícia, avançada pela imprensa internacional, cita o médico da estrela Pop.

Michael Jackson foi
Imagem: Veja

O médico Conrad Murray fez, recentemente, declarações bombásticas ao revelar que Joe Jackson, pai de Michael Jackson, “castrou quimicamente” o filho para que este mantivesse a sua voz fina e num tom agudo.

“O Joe foi um dos piores pais da história”, revelou ainda Murray, citado pelo pelo jornal The Mirror, acrescentando que “o facto de ele ter sido castrado quimicamente para manter a sua voz estridente é para além de qualquer palavra um crime”.

Michael Jackson foi

Murray alega que Joe, que morreu no passado dia 27 de junho, deu a Michael injeções hormonais aos 12 anos para “curar o acne e prevenir que a voz do jovem ficasse mais grossa. Tudo para que o filho continuasse a ganhar dinheiro para a família. Recorde-se que a estrela Pop morreu a 25 de Junho de 2009, devido a uma overdose de propofol, uma substância que lhe foi administrada.

O médico revelou ainda que, por essa e por muitas outras razões, se sente revoltado por terem sepultado Joe ao lado do filho, fazendo alusão ao facto de que nem na morte Michael se conseguiu livrar do pai, “ou melhor, do seu empresário”.

Michael Jackson foi

Joe Jackson foi enterrado num cemitério no sul da Califórnia onde também está o corpo do filho Michael. Fonte próxima da família confirmou à imprensa que Joe foi sepultado no Forest Lawn Memorial Park, em Glendale, Los Angeles. Neste cemitério repousam ainda outros ilustres, como Walt Disney ou Elizabeth Taylor.

 

Comente esta notícia