Monocelha gera onda de ódio contra modelo

Sophia Hadjipanteli, de 22 anos, não corresponde aos padrões de beleza convencionais que caracterizam as super modelos e, por essa razão, está a ser altamente criticada e ameaçada de morte.

Monocelha gera onda de ódio contra modelo
Imagem: Instagram

A modelo Sophia Hadjipanteli está longe de parecer uma super modelo – pelo menos da forma como estamos habituados a caracterizá-a -, mas foi precisamente a diferença que lhe valeu o reconhecimento na indústria da moda.

Tal como a jovem de 22 anos já teve oportunidade de afirmar, tudo começou de forma acidental. “Em 2014, quando queria pintar as sobrancelhas. Vi um vídeo no YouTube onde alguém estava a pintar as sobrancelhas. Tentei fazer o mesmo, mas devo ter feito algo errado porque acabei por torná-las pretas”, explicou à revista “Harper’s Bazaar”, em 2017.

Sendo loira natural, a experiência acabou por criar um visual distinto, que lhe valeu um contrato com uma agência de modelos britânica.

Monocelha gera onda de ódio contra modelo

Apesar de as sobrancelhas serem a imagem de marca de Sophia, a cor passou a ser apenas um pormenor secundário quando a jovem decidiu deixar crescer uma “monocelha”, não retirando os pelos que crescem entre as duas sobrancelhas.

Com isto, a jovem modelo criou o “unibrow movement” (movimento monocelha), com o qual pretende fugir aos estigmas criados pela sociedade. “Eu não estou a fazer isto para as pessoas gostarem da minha monocelha, estou a fazê-lo para mostrar às pessoas que elas podem viver as suas vidas seguindo as suas preferências. Pessoalmente, acho que a minha cara fica mais bonita desta maneira. Outros podem discordar, e está tudo bem”.

Monocelha gera onda de ódio contra modelo

Apesar de querer espalhar uma mensagem positiva, que fala de diversidade e inclusão, o look da modelo está a gerar uma onda de ódio nas redes sociais. Tanto é assim, que, numa entrevista ao programa “Good Morning Britain”, admitiu mesmo que recebe milhares de comentários negativos por dia e que já recebeu, inclusivamente, várias ameaças de morte, apenas por considerarem o seu estilo “descuidado”.

“É terrível que digam que é inaceitável ser como eu sou ao ponto de ameaçarem a minha vida”, afirmou.

 

Comente esta notícia