Morreu Agustina Bessa-Luís

A escritora faleceu este domingo, no Porto. Estava doente há mais de uma década, na sequência de um AVC, que a retirou da vida pública.

Morreu Agustina Bessa-Luís
Imagem: JN

Faleceu uma das vozes incontornáveis da literatura de língua portuguesa. Agustina Bessa-Luís, autora de “A Sibila”, “Fanny Owen”, “Ordens Menores” e “Memórias Laurentinas”, por exemplo, faleceu este domingo, aos 96 anos.

O AVC sofrido há mais de uma década afastou-a da vida pública, mas não rasurou a sua importância na história da literatura, reconhecida por autores de diferentes gerações.

morreu agustina bessa-luis

“Há personalidades que nenhumas palavras podem descrever no que foram e no que significaram para todos nós. Agustina Bessa-Luís é uma dessas personalidades”, reagiu o Presidente da República, mal soube da sua morte. Em memória da “criadora”, “cidadã” e “retrato da força telúrica de um povo”, o “Presidente da República curva-se perante o seu génio e expressa aos seus familiares as mais sentidas condolências”, acrescentou Marcelo.

A missa de corpo presente, celebrada pelo bispo do Porto, D. Manuel Linda, terá lugar na terça-feira, às 16h, na Sé do Porto, onde o corpo estará em câmara ardente a partir das 10:30 horas. Será depois transportado para o jazigo da família no cemitério de Peso da Régua, onde a cerimónia fúnebre será reservada ao seu círculo íntimo.

 

Comente esta notícia