"Não falo com ninguém, tenho medo de sair à rua"

O jogador português ao serviço do Barcelona admite que está a viver um inferno por causa das críticas de que tem sido alvo. “Nem quero sair de casa por vergonha da situação que atravesso".

Imagem: Goal.com

O internacional português, André Gomes, em entrevista à revista espanhola Panenka, abriu o seu coração e partilhou um longo desabafo sobre a situação difícil que vive no Barcelona.

Constantemente arrasado pela imprensa desportiva – que alega que o futebolista não está à altura de jogar no clube catalão -, confessou que até tem vergonha de sair de casa, com receio de ser achincalhado na rua.

“Os primeiros seis meses foram bastante tranquilos, com o meu tempo de adaptação, os meus companheiros, foi espetacular, mas a partir daí as coisas mudaram um pouco. É um autêntico inferno. Comecei a ter mais pressão, mas com a pressão vivo bem, com o que não vivo bem é a pressão que coloco em mim. Sou demasiado autocrítico, demasiado perfeccionista”, começou por dizer.

O português realçou o apoio dos colegas de equipas, mas admitiu estar abalado psicologicamente. “Nos treinos estou tranquilo, é diferente porque sinto-me bem com os meu colegas, que são espetaculares para mim, mas não consigo dar tudo o que podia porque a sensação que tenho dentro de campo é má”, frisou.

andre-gomes_SkySports

Claramente afetado pelo ambiente à sua volta, disse ainda que tem tendência para se fechar, não falar com ninguém. “Para mim, pensar demasiado dói. (…) Fecho-me, não permito que esta frustração, não falo com ninguém, não a mostro a ninguém, é como se me sentisse envergonhado. Já me aconteceu várias vezes não querer sair à rua. O facto de as pessoas te poderem ver e terem uma opinião sobre ti… tenho medo de sair à rua por sentir vergonha da situação que atravesso”, contou o antigo jogador do Benfica.

“Estou a trabalhar fisicamente e a nível mental para ultrapassar essa barreira porque quero ser eu mesmo, que as pessoas me conheçam em Espanha, em Portugal e que saibam o que consigo fazer. O que muitas vezes me chateia, no bom sentido, é que as pessoas digam “tu podes fazer mais coisas boas” e eu pergunto-me: “porque é que não as faço?””, rematou.

Recorde-se que André Gomes foi contratado pelo Barcelona ao Valencia por 35 milhões de euros, em 2016. Apesar de já ter feito muitos jogos pela equipa catalã, não tem convencido os adeptos, que o assobiam sempre que entra em campo.

 

Comente esta notícia