Octávio e a reunião polémica: “Jesus foi despedido e humilhado”

Octávio Machado garantiu que Jesus “foi despedido e humilhado”, por Bruno de Carvalho, na famosa reunião de segunda-feira, em Alvalade.

Octávio e a reunião polémica: “Jesus foi despedido e humilhado”
Imagem: CM

Jorge Jesus e Bruno de Carvalho estiveram reunidos na segunda-feira, em Alvalade, para, presume-se, tratar do futuro do treinador. Este foi o momento que despoletou uma verdadeira convulsão no Sporting, dando azo a muitas especulações pela imprensa e, na sequência dos acontecimentos, o fatídico momento em que um grupo de 50 adeptos invadiu a Academia em Alcochete e agrediu brutalmente jogadores e treinadores.

Apesar de se manter em silêncio sobre o assunto e não comentar qualquer questão relativa ao Sporting, Jorge Jesus esteve reunido com os seus advogados num hotel em Lisboa e, tal como avança a imprensa desportiva, foi aconselhado a apresentar-se ao serviço até ao final da época.

Esta quarta-feira, no programa “Liga de Ouro”, emitido pela CMTV, Octávio Machado, antigo dirigente do clube de Alvalade, garantiu saber tudo o que se passou na polémica reunião e assegurou em direto que Jorge Jesus “foi despedido e humilhado” por Bruno de Carvalho, acrescentando logo de seguida: “verbalmente”.

“Só continua para defender o Sporting e conquistar a Taça”, prosseguiu Octávio. “Humilhou-o verbalmente. Não houve troca de nada. E foi despedido verbalmente, só faltava formalizar. Ponto”, assegurou.

Esse despedimento só não passou à prática por causa do “dia mais negro da história do Sporting”, depois de 50 adeptos terem invadido a Academia.

 

Comente esta notícia