Oeiras: mulher morta a tiro junto ao Tagus Park

Uma mulher foi morta a tiro no interior de uma viatura e o atirador, que se terá tentado suicidar, está em estado grave. Ambos eram funcionários do Millenium BCP. Autoridades dizem que se tratou de um crime passional.

Oeiras: mulher morta a tiro junto ao Tagus Park
Imagem: JN

Uma mulher de 30 anos foi morta a tiro junto ao Tagus Park, em Oeiras. Foi alvejada na cabeça por um colega dentro de um carro, no parque de estacionamento do Millenium BCP, banco onde ambos trabalhavam. O atirador terá depois tentado suicidar-se e está em estado grave.

Fonte oficial da PSP confirmou que se tratou de um homicídio, seguido de suicídio. Esta força de segurança assumiu o comando tático da operação, criando perímetros de segurança para aguardar a PJ, que vai investigar o caso.

Oeiras: mulher morta a tiro junto ao tagus park

Fonte oficial da Judiciária confirmou também que foi destacada para o local uma equipa constituída por inspetores de investigação criminal de homicídios e por elementos de apoio técnico-científico do Laboratório de Polícia Científica.

O suspeito do homicídio, com cerca de 40 anos, foi, entretanto, conduzido ao hospital de Santa Maria.

Já o marido da vítima mortal, também ele funcionário do banco, deslocou-se ao local e deparou-se com um cenário macabro. Numa primeira avaliação, a PSP não enquadra este crime num caso de violência doméstica, mas sim no quadro de um crime passional.

 

Comente esta notícia