Organização dos Jogos Olímpicos do Rio pede ajuda para dívidas

Foram, provavelmente, os jogos mais espetaculares de sempre, mas a que preço?

Organização dos Jogos Olímpicos do Rio pede ajuda para dívidas
Imagem: JN

Quase um ano se passou dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro e as contas ainda estão por pagar. Quem o diz é a Organização dos Jogos Olímpicos do Rio, que já pediu ajuda ao Comité Olímpico Internacional (COI) para satisfazer as exigências dos credores, avaliadas em mais de 35 milhões de euros.

Um porta-voz do comité organizador dos Jogos do Rio, Mário Andrade, tornou público que irá reunir-se na próxima semana com membros do COI, na Suíça, na esperança que este organismo possa ajudar no diálogo com o Governo, sobretudo para convencê-lo a pagar.

O COI, por sua vez, numa declaração à Associated Press, fez saber que “necessita de informações confiáveis e compreensíveis” por parte dos responsáveis, algo que até ao momento, lamentavelmente, não tem. Isto porque, contratualmente, as cidades-sede e os países são obrigados a pagar as dívidas contraídas com a organização dos Jogos e, apesar de compreender que o Brasil está em crise, precisa de perceber ao detalhe a razão de não haver dinheiro para cumprir as condições contratuais.

Recorde-se que os jogos do Rio2016 foram prejudicados por problemas a nível de organização, enquanto o Brasil enfrentava vários escândalos de corrupção e a maior recessão das ultimas décadas.

 

 

Comente esta notícia