Pinto da Costa e a detenção de Platini: "A verdadeira natureza das pessoas acaba sempre por revelar-se"

"Pouco mais de dez anos depois de ter feito o que pôde para afastar, sem qualquer fundamento, o FC Porto da Liga dos Campeões, Michel Platini (...) foi detido para interrogatório".

Pinto da Costa e a detenção de Platini:
Imagem: Dragões

Pinto da Costa comentou a detenção de Michel Platini, que na última semana foi interrogado em Nanterre numa investigação por alegada corrupção na organização do Campeonato do Mundo de 2022, no Qatar.

Em declarações à revista “Dragões”, o presidente do FC Porto considerou que a detenção do antigo presidente da UEFA “é caso para dizer que a verdadeira natureza das pessoas e das suas ações acaba sempre por revelar-se”.

pinto da costa e a detencao de platini

“Pouco mais de dez anos depois de ter feito o que pôde para afastar, sem qualquer fundamento, o FC Porto da Liga dos Campeões, Michel Platini, antigo presidente da UEFA que em 2015 foi banido do futebol durante oito anos, foi agora detido para interrogatório (…). É caso para dizer que a verdadeira natureza das pessoas e das suas ações acaba sempre por revelar-se. A sabedoria popular diz que o primeiro milho é para os pardais. Eu gosto de dizer que largos dias têm cem anos”, disse Pinto da Costa.

Recorde-se que numa entrevista recente ao SOL, Michel Platini havia comentado o facto de alguns portugueses não gostarem de si. Algo que o antigo dirigente justificou também com o facto de ser presidente da UEFA na altura em surgiu o caso do Apito Dourado.

 

Comente esta notícia