Pinto da Costa quebra silêncio sobre Marega

Depois de Marega ter recorrido à sua conta de Instagram para dizer que são falsos os rumores que dão conta que se terá recusado a treinar e a jogar, Pinto da Costa vem arrumar a casa.

Pinto da Costa quebra silêncio sobre Marega
Imagem: Notícias ao Minuto

O avançado maliano Moussa Marega utilizou a sua conta do Instagram para esclarecer a situação no FC Porto, depois de ter ficado de fora da Supertaça Cândido de Oliveira, num jogo em que os dragões bateram o Desportivo das Aves, por 3-1.

“Eu nunca me recusei a jogar e treinar!! Boa Noite!!”, publicou o avançado azul e branco, numa instastorie.

As declarações do jogador vêm ao encontro das de Sérgio Conceição na véspera da partida, em que o técnico portista nunca confirmou que o jogador tenha recusado treinar ou jogar.

“Achei por bem, de acordo com a semana de trabalho, o microciclo dos treinos e com a minha exigência na preparação para este jogo, não incluir o Marega na convocatória. No ano passado, tivemos o exemplo de jogadores a quem aconteceu o mesmo e, mais tarde, foram importantes na conquista do título e no trajeto da equipa nas restantes competições. Este ano começou mais cedo… É verdade, mas estou cá para isso. Para decidir de uma forma mais simpática para uns e mais antipática para outros”, disse o técnico portista, antes do jogo deste sábado.

Recorde-se que no passado mês de junho, o avançado deu uma entrevista ao site francês Sport SFR e revelou o desejo de abraçar um novo desafio na carreira, de preferência na Premier League. Tanto que já foi apontado ao Everton e ao West Ham.

Pinto da Costa quebra silêncio sobre Marega

Para pôr um ponto final nesta polémica, o presidente dos dragões, Pinto da Costa, deu uma entrevista ao jornal “O Jogo”, confessando que não recebeu nenhuma proposta concreta por Marega.

“Estou a abrir uma excepção pelo facto de o empresário [Aziz Ben Aissa] ter vindo para os jornais envolver o nome do FC Porto e do nosso treinador, que não pode prometer a saída de jogadores e nem o fez”, começou por dizer.

“Não vamos estar a ceder a pressões, seja de que empresário for, por mais que este possa controlar o jogador. Os jogadores têm contratos assinados livremente que têm de cumprir da mesma forma que o FC Porto cumpre os seus”, acrescentou Pinto da Costa.

O presidente dos azuis e brancos confirmou também que Marega e o seu empresário já tinham negociado um novo contrato e que este “estava pronto a ser assinado, mas posteriormente não assinaram”. Por fim, deixou um aviso: “Prometer a alguém que pode sair não existe no FC Porto. Todo o jogador que quiser sair pode fazê-lo pela cláusula de rescisão. Para isso é que elas existem”.

 

Comente esta notícia