Pinto da Costa: "tenho muitos amigos benfiquistas que admiro e respeito"

O presidente do FC Porto acredita que o "futebol tem de servir para unir o país" e, por essa razão, fez questão proferir um discurso apaziguador quando confrontado com a rivalidade com o Benfica.

Pinto da Costa:
Imagem: Record

O presidente dos dragões, Pinto da Costa, inaugurou esta quinta-feira, em Albergaria-a-Velha, a Casa do FC Porto. Depois de ter sido recebido pelo presidente da Câmara Municipal, António Santos, fez um discurso apaziguador sobre o futebol português e os benefícios que a paz neste desporto traria para o país.

Perante uma plateia de portistas, o presidente do FC Porto começou por dizer que aceita com naturalidade o facto de o edil de Albergaria-a-Velha ser benfiquista.

“Ao longo da vida tive sempre muitos amigos benfiquistas, entre os quais o antigo presidente Fernando Martins. Foi meu amigo até aos 96 anos, idade com que faleceu, e até acompanhou o FC Porto na conquista da Taça dos Campeões, continuou.

Pinto da Costa:

“Conheço muita gente adepta do Benfica que admiro e respeito, porque o futebol não pode ser uma guerra, tem de servir para unir as pessoas, para unir o país. O facto de ser adepto desse clube não impede que tenha admiração por si”, referiu Pinto da Costa, dirigindo-se a António Santos.

O líder dos azuis e brancos aproveitou para esclarecer quem são os verdadeiros culpados do mau ambiente. “Eu sei que há indivíduos, talvez por necessidade, uma vez que a vida está difícil para todos, que têm de ir para programas televisivos dizer barbaridades e criar um clima que é lamentável. Mas a culpa não é deles. É de quem lhes dá guarida e os deixa espalhar o ódio permanentemente entre as pessoas”.

Depois da inauguração, o presidente dos dragões marcou presença num jantar com centenas de adeptos do clube no Pavilhão Gimnodesportivo de Albergaria-a-Velha e, quando confrontado com o assunto, não quis comentar os casos de corrupção desportiva em que o rival está envolvido. Recordou aos jornalistas para pensarem nas palavras que disse durante o seu discurso.

 

Comente esta notícia