Suíça assustou mas havia Ronaldo. Portugal está na final da Liga das Nações

Estava 1-1 aos 85 minutos e, como já se falava em prolongamento e penalidades, Cristiano Ronaldo marcou dois golos em 2 minutos.

Suíça assustou mas havia Ronaldo. Portugal está na final da Liga das Nações
Imagem: RTP

A Seleção Nacional garantiu esta quarta-feira um lugar na final da Liga das Nações, ao vencer no estádio do Dragão a Suíça por 3-1, com um hat-trick de Cristiano Ronaldo.

O capitão inaugurou o marcador aos 25 minutos. Na segunda parte, aos 56 minutos, os helvéticos empataram o jogo mas, em cima do tempo regulamentar, Ronaldo bisou na partida, colocando a equipa portuguesa na final da competição.

Era a estreia que muitos esperavam. João Félix foi chamado à equipa inicial por Fernando Santos, para jogar ao lado de CR7 no ataque frente à Suíça. Mas havia mais novidades: após uma ausência forçada por lesão, Bruno Fernandes também regressou, tal como o lateral Nelson Semedo.

portugal esta na final da liga das nacoes

Na segunda parte da partida houve ainda lugar a um lance provavelmente inédito na Europa, no que diz respeito à arbitragem.

A Suíça queixou-se de grande penalidade mas o árbitro mandou seguir o lance. Em contra-ataque, Portugal chegou à grande área e Bernardo foi derrubado. O juiz germânico foi alertado pelo VAR e foi ver as imagens, decidindo marcar pénalti a favor dos helvéticos.

Chamado à marca de onze metros, o lateral Rodríguez não falhou, empatando o encontro.

Fernando Santos via, apreensivo, o jogo do banco e, aos 60 minutos, teve a primeira contrariedade. Pepe lesionou-se numa disputada de bola e o engenheiro chamou José Fonte para o lugar do jogador do FC Porto. A 20 minutos do fim, Fernando Santos voltou a mexer e substituiu João Félix, promovendo a entrada de Gonçalo Guedes.

 

À medida que o relógio ia avançado, ambas as equipas abrandavam o ritmo, mas a Suíça foi mais perigosa, ao criar várias oportunidades.

Quando o Dragão esperava pelo prolongamento, apareceu Ronaldo. Bernardo Silva pegou na bola na direita e cruzou para o capitão, que de primeira, fuzilou Sommer. Mas o melhor estava para vir. A Seleção nacional aproveitou um lance de contra-ataque. Guedes deu a bola a Ronaldo, CR7 fintou a defesa, e rematou para o hat-trick.

A Seleção espera agora pelo vencedor do jogo entre Inglaterra e Holanda.

 

Comente esta notícia