PSP escreve carta a mulheres violentadas: “Não estás sozinha. Estamos aqui”

Polícia de Segurança Pública deixou mensagem a todas as mulheres que sentem que estão sozinhas a lidar com a violência de que são alvo dentro de casa.

PSP escreve carta a mulheres violentadas: “Não estás sozinha. Estamos aqui”
Imagem: Pixabay

Este domingo, dia 25 de novembro, assinalou-se o Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra a Mulher. A este propósito a Polícia de Segurança Pública (PSP) partilhou nas redes sociais uma carta aberta a todas as mulheres vítimas de violência.

“Sabemos que segues esta página e queremos que vejas isto. Sabemos quem és e o que estás a passar. Acredita que sim”, começou por escrever a PSP, dando o mote para aquela que desejava ser uma mensagem de apoio e, ao mesmo tempo, de ternura.

“Queremos ajudar e trabalhamos em conjunto com outros parceiros para te manter segura. Estamos sempre contigo, 24/7. Existimos para isso”, prosseguiu.

A força de segurança sublinha que a violência, além de física, pode ser também psicológica.

“A tua família e amigos dizem-te que corres perigo e tens de mudar essa situação. Não é só a violência física, mas a psicológica também. Agressões, ofensas, perseguição não podem fazer parte da tua vida. Ouves ‘não volta a acontecer’, ‘eu vou mudar’ ou ‘a culpa é tua’, mas NÃO É”.

A terminar, a Polícia de Segurança Pública salienta a sua disponibilidade para ajudar, escrevendo: “Não estás sozinha. Liga-nos ou vai à esquadra mais próxima. Estamos aqui”, rematou a PSP.

 

 

Comente esta notícia