Rui Rio promete baixar impostos

O presidente do PSD apresentou as principais linhas da sua estratégia económica. "O primeiro-ministro já disse que, se for reeleito, jamais baixará a carga fiscal. Se o PSD ganhar as eleições, a carga fiscal tem de baixar", garantiu.

Rui Rio promete baixar impostos
Imagem: TVI24

É uma receita já várias vezes defendida no passado: se os impostos baixarem, a economia cresce e acaba por mais do que compensar a perda de arrecadação fiscal. E o PSD propõe-se ensaiar a sua aplicação na próxima legislatura caso seja chamado a formar Governo.

Apostando numa combinação de redução da carga fiscal, aumento do investimento público e aplicação de políticas de atracção do investimento privado e de aumento da competitividade, o PSD acredita que poderá pôr, durante os próximos quatro anos, a economia a crescer muito mais do que o previsto pelo Governo, garantindo por essa via uma redução ainda mais ambiciosa da dívida pública.

O PSD acredita que as suas políticas vão conduzir a um crescimento económico mais elevado do que o previsto pelo Governo: 2% logo em 2020 (contra os 1,9% do Governo), 2,2% em 2021 (contra 2% do Governo), 2,4% em 2022 (contra 2% do Governo) e 2,7% em 2023 (contra 2,1% do Governo).

rio promete baixar impostos

A estratégia definida pelo PSD para garantir esta aceleração da economia é apostar nas políticas que conduzam a um reforço do investimento e das exportações, em vez de fazer do consumo privado o motor da economia, algo que os sociais-democratas acusam o atual Governo de ter feito.

E a redução da carga fiscal promete ser a medida mais emblemática desta estratégia. Embora assumindo que a receita com impostos e contribuições vai continuar a crescer em termos absolutos, o PSD promete que o peso dessas receitas no PIB vai passar de 34,9% em 2019 para 33,3% em 2023. Uma diminuição da carga fiscal que o PSD diz ser “equivalente a cortes de impostos de 3700 milhões de euros na legislatura”.

“Está aqui uma diferença enorme em relação ao PS. O primeiro-ministro já disse que, se for reeleito, jamais baixará a carga fiscal. Se o PSD ganhar as eleições, a carga fiscal tem de baixar”, garantiu Rui Rio.

 

Comente esta notícia