Rui Rio: "acidente em Borba demonstra falência do serviço público"

"Como é que foi possível ter a estrada aberta naquelas circunstâncias?”, perguntou o presidente do PSD. “O Estado falha, isso é óbvio, não trata da segurança das pessoas".

Rui Rio:
Imagem: Expresso

O presidente do PSD, Rui Rio, afirmou esta quinta-feira que o acidente de Borba é “bastante grave”, sendo que é necessário apurar responsabilidades o quanto antes.

“O caso de Borba é um caso em que o Estado falha, isso é óbvio, não trata da segurança das pessoas. E quando nós hoje vemos a estrada em cima daquela fatiazinha de terreno, aquilo arrepia em qualquer circunstância. Como é que foi possível ter a estrada aberta naquelas circunstâncias?”, questionou Rui Rio que falava aos jornalistas em Castelo Branco.

Rui Rio:

“É bastante grave, mas demonstra isso, demonstra de certa forma, uma certa falência do serviço público. E, com isto, não estou a acusar A, B ou C. O inquérito dirá onde é que está o quadro de responsabilidades. Aquilo que me preocupa, efetivamente, é ver esta disfuncionalidade nos serviços públicos”, concluiu.

Recorde-se que, esta sexta-feira, foi encontrado o corpo da segunda vítima mortal da derrocada que ocorreu na segunda-feira. Por enquanto não há sinais de uma retroescavadora, um automóvel e uma carrinha de caixa aberta que terão sido arrastados para dentro do poço da pedreira após o colapso da estrada.

A proteção está a instalar motobombas para drenar a água da pedreira, cujo poço tem 50 metros de profundidade.

 

 

Comente esta notícia