Rui Rio é contra a abolição das propinas no Ensino Superior

"Não é correto que as famílias dos jovens que não andam no ensino superior acabem por pagar através dos impostos" os custos daqueles que andam.

Rui Rio é contra a abolição das propinas no Ensino Superior
Imagem: TVI24

O presidente do PSD disse esta terça-feira que é contra a abolição de propinas no Ensino Superior, defendendo que a ação social se faz através de bolsas de estudo.

Em declarações à Lusa, depois de se ter manifestado no Twitter contra a proposta de Manuel Heitor, ministro da Ciência e do Ensino Superior, que admitiu ser a favor do fim das propinas, Rui Rio defendeu que “não é correto que as famílias dos jovens que não andam no ensino superior acabem por pagar através dos impostos” os custos daqueles que andam.

“A ação social não se faz abolindo as propinas, faz-se através de bolsas de estudo. Aquilo que não é justo, na minha opinião, é que seja grátis para todos, sendo pago por aqueles que não utilizam”, defendeu.

Para o líder social-democrata, deve aplicar-se ao Ensino Superior a mesma “lógica do utilizador-pagador” quanto às portagens nas autoestradas. “Quem passa nas estradas paga. Quem anda na universidade paga, quem não pode deve ter apoio social, para que o país permita a quem tem vontade e capacidade de andar no ensino superior o possa fazer também”, referiu.

Questionado sobre a opinião favorável manifestada pelo Presidente da República em relação ao fim das propinas, Rui Rio salientou que a sua posição foi divulgada na conta oficial de Twitter já depois de Marcelo Rebelo de Sousa se ter pronunciado. “A minha convicção tem sido a lógica de atuação do PSD e não é por o Presidente ter uma opinião diferente que vou mudar a minha opinião”, afirmou.

 

Comente esta notícia